POLÍTICA

TRE promoverá palestras sobre segurança do processo eleitoral em universidades.

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) promoverá palestras sobre a segurança do processo eleitoral no contexto da desinformação, em instituições de ensino superior no Ceará, no período de 18 de agosto a 6 de setembro. As ações são realizadas por meio do projeto Universidade Amiga da Democracia, que visa estimular a participação cidadã de estudantes universitários(as) nas Eleições. Estão previstas palestras na Universidade de Fortaleza (Unifor), na Universidade Estadual do Ceará (UECE), na UniCatólica Quixadá e na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). Participarão a secretária de Tecnologia de Informação do TRE, Lorena Belo, a coordenadora da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), Roberta Laena, e a coordenadora de Eleições, Edna Saboia. Serão abordados temas como: participação democrática, segurança do processo eleitoral e da urna eletrônica, enfrentamento à desinformação, formas de fiscalização e de participação da sociedade no processo eleitoral, como ser mesário(a) ou auxiliar de eleição. Ao final da palestra, o novo modelo da urna eletrônica será apresentado. A coordenadora da EJE, Roberta Laena, destaca que a educação política, além de representar missão institucional da Justiça Eleitoral, relacionada às atribuições da Escola Judiciária, trata-se de uma garantia constitucional do direito social à educação. Cronograma de palestrasUNIFOR: 18/8, das 18h às 21h; UECE Itaperi: 22/8, das 8h às 11h e das 18h às 21h;UniCatólica Quixadá: 29/8 das 19h às 21h;Faculdade de Direito da UFC: 6/9, das 9h às 11h.Universidade Amiga da DemocraciaAs palestras também objetivam divulgar a parceria entre as referidas universidades e o Tribunal no Projeto Universidade Amiga da Democracia. O projeto, realizado mediante um convênio, busca incentivar universitários(as) a atuarem como auxiliares, mesários(as) e colaboradores(as) do processo eleitoral nas eleições gerais e municipais, bem como nas eleições suplementares eventualmente designadas pelo TSE.Os(As) estudantes das instituições conveniadas que atuarem no pleito receberão 30 horas de atividade complementar, bem como os demais benefícios concedidos aos(às) mesários(as): vale-refeição para o dia da Eleição, dispensa do serviço pelo dobro dos dias prestados à Justiça Eleitoral (Art. 98, da Lei 9504/97); vantagem em desempate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *