POLÍTICA

Primeira-dama visita Laboratório Íris e discute sobre novas iniciativas do Governo do Ceará.

A primeira-dama do Ceará, Lia de Freitas, visitou, na manhã desta quinta-feira (12), o Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará | Laboratório Íris, no Palácio da Abolição, em Fortaleza. A apresentação sobre o Íris ocorreu com as presenças da coordenadora-geral do Laboratório, Jéssika Moreira; do cientista-chefe de Dados da Transformação Digital, José Macêdo; entre outros profissionais que integram o importante trabalho desenvolvido em parceria com o Programa Cientista-Chefe da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap).Lia foi apresentada ao propósito do Íris, que é promover cultura de inovação no Governo do Ceará para acelerar a transformação digital centrada no humano, visando impactar positivamente o cidadão e o ambiente público. Entre as iniciativas expostas à primeira-dama está o Programa Linguagem Simples, que propõe uma nova cultura de linguagem governamental, de forma que o cidadão que necessita dos serviços públicos possa ter uma comunicação mais compreensível, acessível e inclusiva.A primeira-dama falou também que a função do Íris está alinhada ao que foi exposto pelo governador Elmano de Freitas, ou seja, atenção máxima ao cidadão. “O governador é bem pragmático. Ele pediu que os secretários tivessem a tarefa de elaborar o máximo de projetos possíveis pensando no cidadão. Esse foi um pedido para que os chefes de cada pasta tivesse essa sensibilidade de olhar e se colocar no lugar do outro. Então, quando vocês me falam que o Laboratório Íris tem esse mesmo objetivo, ou seja, de ter processos que iniciam e terminam pensando nas pessoas, esse é um intuito que dialoga com o que o governador quer para a sua gestão”, destacou Lia.Ainda durante a visita, Lia conheceu o Big Data Social. A plataforma oferece uma visão integrada da área de Proteção Social do Ceará, auxiliando gestores na tomada de decisão, por meio de painéis visuais com indicadores, como auxílios sociais, educação, moradia, trabalho e renda.“Essa primeira reunião foi muito importante para compreendermos os novos direcionamentos do governador Elmano, principalmente no combate à fome e acerca dos demais projetos. Nós podemos perceber que os projetos que a primeira-dama vem trazendo estão completamente alinhados com o objetivo do Laboratório Íris, que fomenta a inovação e o uso da cultura de dados dentro do Estado do Ceará. Então, percebemos que podemos contribuir muito para esses programas e para essas iniciativas atuais”, pontuou o cientista-chefe de Dados da Transformação Digital, José Macêdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *