POLÍTICA

Governo do Ceará reúne prefeitos para alinhamento de ações que reduzam prejuízos causados pelas chuvas.

O grupo de contingência organizado pelo Governo do Ceará para monitorar a situação hídrica de municípios cearenses se reuniu na manhã desta sexta-feira (31). Inicialmente criado para debater ações de mitigação dos efeitos das secas, o grupo tem servido para monitorar a situação de cidades afetadas pelas chuvas.O assessor especial para Assuntos Municipais, Artur Bruno, representou o governador Elmano de Freitas durante a reunião e destacou que a intenção do encontro desta sexta-feira foi avaliar a atual situação dos municípios, discutir ações conjuntas e alertar para a importância de cada cidade contar com um núcleo municipal de Defesa Civil. “A ideia é integrarmos as medidas do Governo do Estado com o que já vem sendo feito pelas prefeituras e orientar os gestores sobre os decretos de emergência ou de calamidade”.Artur Bruno ressaltou que o governador Elmano de Freitas tem se preocupado e agido de modo a minimizar os prejuízos causados pelas chuvas. “Ele tem ido pessoalmente nos municípios com situação mais grave. A ideia é que a gente possa melhorar cada vez mais esse atendimento às famílias que estão sofrendo muito com o excesso de chuvas”, disse Artur Bruno.O secretário estadual de Recursos Hídricos, Robério Monteiro, também passou para todos a sensibilidade e o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo do Estado. “Desde quando tivemos as primeiras ocorrências o governador mobilizou o secretariado e ordenou ação rápida. É interessante que no começo do ano nós nos reuníamos para tratar de seca e agora estamos buscando alternativas para salvar vidas atingidas por enchentes”, observou o secretário.Secretário-executivo da Proteção Social, Sandro Camilo, afirmou que equipes da SPS estão espalhadas oferecendo, além do apoio a partir da distribuição de alimentos e kits de higiene, com especialistas como psicólogos e assistentes sociais. “Atendemos prontamente com a entrega de produtos do Mais Nutrição, kits com lençol, roupas, agasalhos e estamos totalmente alinhados com o Corpo de Bombeiros”.Uma das principais medidas adotadas pelo Governo do Ceará será o pagamento de aluguel social para famílias desabrigadas ou que morem em áreas de risco. Sandro Camilo alertou os gestores para a importância da declaração de situação de emergência ou estado de calamidade. “Deve ser publicado no Diário Oficial a Portaria que regulamenta as ações do Estado e desburocratiza e garante a chegada de recursos o mais rápido possível”, apontou.O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Haroldo Gondim, também alertou os municípios para a importância da presença de uma coordenadoria municipal de Defesa Civil. “É muito importante a figura do coordenador municipal de Defesa Civil para atuar na prevenção, mitigação e preparação para algum desastre”. Gondim relata que a partir da coordenadoria local são realizados os mapeamentos de risco e elaborados os planos de contingência. “Portanto, é de suma importância que as prefeituras coloquem dentro do seu plano diretor, da sua legislação, as diretrizes da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil”.Maurício Pinheiro, prefeito de Senador Pompeu, lamentou os prejuízos que se acumulam diariamente. “A bovinocultura leiteira é o forte da nossa economia, mas estamos perdendo diariamente, em virtude das estradas terem sido cortadas pelas águas, mais de 50 mil litros de leite. É um prejuízo muito grande para nossos produtores”, lamentou, reconhecendo que em nenhum momento a população ficou desamparada. “Nossa cidade passou por um grande susto com o forte volume de chuvas em um curto espaço de tempo. Graças a Deus não ficamos desamparados e recebemos, inclusive, a visita do governador e apoio da Ciopaer, Defesa Civil, Bombeiros e Proteção Social”, reconheceu o prefeito.Além da SRH, SPS e de Assuntos Municipais, participaram do encontro diversos órgãos como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Superintendência de Obras Públicas (SOP), Cagece, Sohidra, Funceme e Cogerh. Preocupados com a situação de seus municípios, prefeitos de todas as regiões compareceram à reunião que ocorreu na Sede do Governo, em Fortaleza. Estiveram presentes os gestores de Pedra Branca, Mauriti, Altaneira, Porteiras, Milagres, Guaramiranga, Groaíras, Missão Velha, Umirim, Piquet Carneiro, Itapajé, Senador Pompeu, Milhã, Irapuã Pinheiro, Uruburetama e Itapipoca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *