POLÍTICA

Primeira Casa da Mulher Cearense é inaugurada em um 8 de março histórico.

O 8 de março tornou-se uma data ainda mais importante para as mulheres da região do Cariri com a inauguração da primeira Casa da Mulher Cearense. O equipamento, instalado em Juazeiro do Norte, oferece uma série de serviços de apoio, acolhimento e proteção à mulher em situação de violência em um só espaço. A Casa foi inaugurada, nesta terça-feira, data em que se comemora internacionalmente o Dia das Mulheres. A unidade, primeira criada pelo Governo do Ceará, vai atender 29 municípios da região do Cariri. A coordenação do equipamento será da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

Idealizada a partir do exemplo da Casa da Mulheres Brasileira, a Casa da Mulher Cearense chega cercada de diversos simbolismos que buscam uma única finalidade: acabar com a violência de gênero, segundo o governador Camilo Santana. “Estamos levando essas casas para todas as regiões do Interior. Aqui vai ter todo o apoio para as mulheres vítimas de violência e não vítimas. Vai ter trabalho social, capacitação, acolhimento. Que essa Casa possa servir para dizer aos homens que precisamos dar uma basta à violência contra as mulheres e encorajá-las a denunciar. A partir de hoje essa casa estará 24 horas para apoiar, acolher e proteger todas as mulheres do Cariri”, destacou o governador.

No local, as mulheres que denunciarem as situações de agressão terão acolhimento de uma equipe multidisciplinar, que conta com assistentes sociais e psicólogas no atendimento integrado aos órgãos da Justiça. Além disso, o equipamento tem atuação na promoção da autonomia econômica e espaço para casa de passagem. As equipes serão formadas por mulheres, que passaram por treinamento para o atendimento humanizado.

“As mulheres podem procurar essa casa para ajudar na proteção de suas vidas. A violência contra a mulher rebaixa moralmente nossa sociedade. Que possamos juntos banir do mundo essa opressão”, enfatizou a vice-governadora Izolda Cela.

Ao todo, foram investidos mais de R$ 4,3 milhões via Programa de Apoio às Reformas Sociais (Proares III). A Casa da Mulher Cearense ocupa uma área de mais de 1.700m² e conta com área para o administrativo, Delegacia da Polícia Civil, Tribunal de Justiça, atendimento psicossocial, Ministério Público, Defensoria Pública, apoio, auditório, pátio interno, brinquedoteca, refeitório, vestiários, depósito, estacionamentos e áreas de jardins e passeios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *