POLÍTICA

Érika Amorim faz aceno às mulheres na disputa contra Camilo pelo Senado.

A candidata Érika Amorim (PSD) afirmou que pretende enfrentar Camilo Santana (PT) na disputa pela vaga ao Senado abraçando a pauta feminina. Segundo a deputada, ela vai buscar sensibilizar as mulheres sobre a importância da participação feminina na política, que mesmo havendo um contexto social que as mulheres têm tido mais visibilidade, ainda há sofrimentos. “São muitas vulnerabilidades, muitas violências e na política não é diferente”.“Esse espaço, quando é ocupado por mulheres, com certeza traz pras mulheres mais condições de liberdade desses sofrimentos, dessas violências, porque elas tem uma mulher lá, protagonista, uma mulher que luta”, disse, em entrevista ao programa Jogo Político nesta segunda-feira, 22.Para a deputada estadual, a participação da mulher nesses ambientes também pode trazer melhorias “no que tange às leis, nas questões orçamentárias, nas questões que desrespeitam a vida, o cotidiano dela, que enfrenta jornada tripla”.Érika diz ser necessário dar oportunidade de dizer que as mulheres precisam estar nesses espaços, elas contribuem todos os dias. “Eu costumo dizer isso nas minhas caminhadas, nas minhas falas pras mulheres. Nós mulheres, nós contribuímos”, diz.A candidata diz querer que as mulheres se enxerguem nela enquanto mulher candidata a senadora para que através da força feminina ela possa ter multiplicado a possibilidade de vencer Camilo, que aparece na liderança da pesquisa Ipespe, com 66% das intenções de voto.“Eu diria que não é nem o Davi contra o Golias, é uma formiguinha que está iniciando, mas a gente tem a humildade de construir isso com as pessoas. Eu vou pra rua sim, eu vou conversar com as mulheres, eu vou convocar e vou chamar pra que elas me acolham, acolham esse projeto e digam a gente quer uma senadora no Ceará e vai ser de Érika Amorim”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *