SAÚDE

Cid Gomes celebra Dia Mundial da Síndrome de Down e defende mais inclusão.

O senador Cid Gomes (PDT-CE) fez pronunciamento nesta terça-feira (21/03), na tribuna do Senado Federal, para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down. “Como pai de uma criança com síndrome de Down, sei em primeira mão o quão importante é promover a inclusão e aceitação de indivíduos com essa condição”, destacou o senador.Cid ressaltou que ainda há muito a ser feito para promover a inclusão de indivíduos com síndrome de Down. “Muitas vezes, essas pessoas são discriminadas e excluídas por causa de sua condição. Isso é inaceitável e precisamos trabalhar juntos para mudar essa realidade”, defendeu. “Como sociedade, temos a responsabilidade de garantir que todas as pessoas com síndrome de Down tenham as mesmas oportunidades de crescer e alcançar seu potencial máximo”, completou.De acordo com dados do IBGE, o Brasil possui cerca de 300 mil pessoas com Síndrome de Down. Cid afirmou que, graças ao trabalho incansável de instituições como Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e a Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, a expectativa de vida tem aumentado significativamente nos últimos anos. “Na década de 1980, a expectativa de vida era de apenas 25 anos; hoje, muitas pessoas com síndrome de Down vivem até os 60 ou 70 anos”, explicou.Apesar dos esforços e dos avanços, Cid Gomes lamentou a falta de oportunidades de trabalho e a discriminação no local de trabalho que as pessoas com síndrome de Down enfrentam. “No entanto, estudos mostram que as pessoas com síndrome de Down têm habilidades únicas e podem ser excelentes profissionais, artistas e esportistas quando recebem o treinamento e o apoio adequados”, destacou.Para superar esses desafios, defendeu o senador, é essencial que as empresas e empregadores ofereçam oportunidades de trabalho inclusivas e aceitem a diversidade em seu local de trabalho. “As associações de síndrome de Down e outras organizações também têm tido um papel fundamental em ajudar as pessoas com síndrome de Down a encontrar trabalho e a desenvolver habilidades profissionais. Além disso, programas de treinamento e desenvolvimento profissional podem ajudar as pessoas com síndrome de Down a adquirir as habilidades necessárias para ter sucesso no mercado de trabalho”, afirmou.*Inspiração*Em sua fala, Cid citou o exemplo de sua filha, Maria Carolina. “Não há nada mais inspirador do que o amor das pessoas com síndrome de Down. Eles têm a capacidade única de amar incondicionalmente, sem julgamento ou preconceito. Eles veem o melhor nas pessoas e irradiam amor e bondade em tudo o que fazem. É inspirador ver como minha filha enfrenta os desafios diários com um sorriso no rosto e uma disposição inabalável”, disse.

Começa nessa quinta-feira o Conecte-se 2023.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *